O Que Fazemos

A Valorlis permitiu realizar uma mudança muito importante na qualidade ambiental desta região. De acordo com os objetivos estabelecidos no PERSU I (Plano Estratégico de Resíduos Sólidos Urbanos – 1997) e com o preceituado no Contrato de Concessão, a VALORLIS procedeu ao encerramento de todas as lixeiras existentes nos seis concelhos, implementou um sistema de tratamento e destino final dos resíduos sólidos urbanos (através da construção de um Aterro Sanitário), e procedeu à instalação e desenvolvimento de um sistema de Recolha Seletiva, gerido com recurso a tecnologias de informação geográfica, com posterior Triagem automatizada dos resíduos recolhidos seletivamente.

De acordo com o estabelecido no PERSU II (2007) a Valorlis desenvolveu um projeto de Valorização Orgânica de Resíduos com a construção de uma Central de Valorização Orgânica e com a promoção da Compostagem Doméstica.

Em simultâneo, e desde o início da sua atividade, a Valorlis reconhece o papel essencial da comunidade onde está inserida, para poder atingir os seus objetivos, e apostou na dinamização de Campanhas de Sensibilização.

PRINCIPAIS AÇÕES

  • Início da construção da Estação de Transferência e selagem das lixeiras de Batalha/ Porto de Mós, Leiria, Ourém e Pombal – 1997
  • Colocação dos primeiros 100 Ecopontos – Agosto 1997
  • Início da exploração do Aterro Sanitário de Leiria – Setembro 1998
  • Início do funcionamento da Estação de Triagem da Valorlis – Novembro 1998
  • Instalação complementar de pré-tratamento das águas lixiviantes geradas no Aterro Sanitário de Leiria por leito de macrófitas – Setembro 2002
  • Sistema de drenagem e aproveitamento de Biogás, gerado no Aterro Sanitário de Leiria, com o objetivo de produzir energia elétrica – Dezembro de 2003
  • Certificação do Sistema de Gestão Integrado de Qualidade, Ambiente e Segurança segundo as três normas de referência: NP EN ISO 9001:2000 – Qualidade, NP EN ISO 14001:2004 – Ambiente e OHSAS 18001:1999 – Higiene e Segurança no Trabalho – Junho de 2005
  • Início do Projeto de Compostagem Doméstica – Dezembro de 2007
  • Início da exploração da Célula de Expansão do Aterro Sanitário de Leiria – Maio de 2008
  • Entrada em funcionamento da Central de Valorização Orgânica da VALORLIS – Maio de 2010
  • Produção de energia elétrica gerada na Central de Valorização Orgânica – Agosto de 2011
  • Automatização da Central de Triagem da Valorlis – Setembro de 2012
  • Início da utilização do corretivo orgânico VALORTERRA produzido na Central de Valorização Orgânica da Valorlis – Dezembro de 2012
  • Otimização do pré-tratamento mecânico da CVO – Agosto de 2013